Destaques

11.07.2017 às 16:00hs

Sítio São José de Anchieta recebe doações do Univag

“Esses alimentos que vocês nos doaram fazem toda a diferença para nós. É fundamental, é vida para essa comunidade, sem isso ela não sobrevive. Aqui nós trabalhamos com dependentes e nossas necessidades são ilimitadas. Mas mais importante que esses alimentos, é o exemplo que vocês estão dando, que é o compromisso com o outro, com a questão social. Nós agrademos a todos do Univag pela doação”, agradeceu, emocionada, a psicóloga Edna Amaral, da Associação Resgatando Cidadania Sítio São José de Anchieta.

Quem mergulhou no mundo das drogas tenta trilhar um caminho longe do vício. É um processo lento de recuperação que requer muito apoio da família. A Associação Resgatando Cidadania Sítio São José de Anchieta, situada em Barão dos Cocais, no município de Nossa Senhora do Livramento, desenvolve o programa de recuperação desde 2009.

Com capacidade para atender até 24 internos, a instituição sobrevive de doações e voluntariados para continuar os tratamentos. Na última sexta-feira (30) os alunos do curso de Direito do Univag Centro Universitário doaram mais de uma tonelada de alimentos.

Os alimentos foram arrecadados durante o evento Escola do Tribunal do Júri. O grupo de alunos do 9° semestre de curso de Direito do Univag ficaram emocionados com a recepção dos internos. “Nós vimos um trabalho que realmente dignifica as pessoas, para nós é uma visita engrandecedora, imagina para eles. Ver o prazer deles ao receber essas doações não tem preço. Nós não imaginávamos onde nossa ação iria chegar, onde íamos entregar. Com apoio do Univag Social levamos um amparo social a essas pessoas, foi maravilhoso”, destaca o acadêmico de Direito do Univag, Étori de Oliveira Silva.

Os internos disseram à equipe do Univag que já passaram momentos de dificuldade no sítio e que essa doação é mais um sinal de esperança de que a sociedade pode ajudar na reintegração social. Eles ressaltaram que se sentem felizes por trabalharem e por terem sido acolhidos no local. Todos os reabilitados eram usuários de drogas e álcool e estavam em situação de total dependência.

Os internos ficam em contato direto com a natureza, cuidam do viveiro, cultivam hortaliças, fabricam pães, bolos, tapetes e cuidam dos animais que fazem parte do sitio.

A Associação Resgatando Cidadania Sítio São José de Anchieta é coordenada pela socioeducadora Maria Benedita. Pessoas interessadas em colaborar podem procurar a sede da associação, em Cuiabá, na Praça do Rosário, centro. Mais informações através do telefone (65) 3044-2944.