Destaques

03.09.2018 às 16:40hs

I Colóquio de Direitos Humanos do Univag debate sobre violência e direitos das mulheres

Mais de 200 pessoas participaram do I Colóquio de Direitos Humanos: A Proteção Jurídica da Mulher, promovido pelo Univag - Centro Universitário de Várzea Grande. O evento aconteceu nos dias 27 e 28 de agosto, na instituição, com apoio da Superintendência Estadual de Políticas Públicas para Mulheres, ligada a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH).

Coordenado pelo professor da graduação de Direito do Univag, Dr. Felipe Rodolfo de Carvalho, o I Colóquio abordou o tema Proteção Jurídica da Mulher em alusão ao 'Agosto Lilás', que reforça a conscientização sobre os direitos direcionados ao gênero feminino.

"Diante dos altos índices de feminicídios registrados no país, tornou urgente propor um evento científico em que os direitos da mulher, da sua previsão à sua aplicação, pudessem ser expostos e discutidos, atentando-se para a particular conjuntura do estado de Mato Grosso", ressaltou o professor.

O evento contou com palestras da coordenadora do curso de Direito do Univag, professora Dra. Anne Adelle Gonçalves de Aguiar, da Superintendente de Políticas para Mulheres do Estado de Mato Grosso, Dra. Mariluci Delgado, da Defensora Pública do Estado de Mato Grosso - Núcleo de Defesa da Mulher, Dra. Rosana Leite, e da juíza de Direito e Coordenadora do Núcleo de Estudos Científicos sobre Vulnerabilidades, Direito e Gênero, professora Amini Haddad. Além das professoras convidadas do curso de Direito do Univag, Ellen Mungo, Thaís Brazil, Laila Allemand e Kamila Mendes.

Para o coordenador do evento, o I Colóquio de Direitos Humanos do Univag contribuiu para sensibilizar e mobilizar mentes e corações para a causa dos direitos humanos da mulher. "O evento foi um sucesso. Conseguimos instituir um espaço aberto e franco de exposição e debate de idéias, de conceitos e de direitos. Foi possível notar o interesse das alunas e dos alunos pelo tema. Contamos com perguntas excelentes, com depoimentos pessoais e com falas que demonstraram a necessidade de enxergar o Direito para além da viseira das normas, reconectando-o com a sua base humana”.

O professor ainda ressaltou que o evento só foi possível em virtude do trabalho conjunto dos alunos do curso de Direito do Univag; Ana Julia Petinelli C. Ribeiro, Julia Fernandes, Thamyres Souza Soares, Giovanna Augusta Warmling, Bruna Abreu, Madlya de Oliveira Specht, Marco Aurelio Machado de Souza e Rafaella Alves.

"O Colóquio para mim foi importante para abranger meus conhecimentos, entender meus direitos como mulher e também uma nova experiência, pelo fato de estar na organização das palestras", disse a aluna do 2º semestre de Direito, Giovanna.

 

Autor: Patricia Xavier
Fonte: Assessoria Univag