Fotos

08.10.2021 às 17:00hs

Chefs nacionais e regionais marcam presença em evento gastronômico da Cozinha UNIVAG

A Cozinha Experimental do curso de Gastronomia do UNIVAG - Centro Universitário de Várzea Grande mais uma vez foi palco para as oficinas do Pantanal Cozinha Brasil 2021, maior evento de gastronomia do Centro-Oeste.

Como nas edições anteriores, o evento valorizou a culinária regional, a tradição e os profissionais de Mato Grosso. O ingrediente do ano foi o baru (cumbaru), típico do nosso Cerrado, enquanto o homenageado foi Fernando Quaresma, do restaurante Choppão, ícone de nossa gastronomia, com 47 anos de existência. Nesta edição, o tema foi "Comida conectando pessoas".

As oficinas de culinárias realizadas no UNIVAG tiveram a presença de participantes e também foram transmitidas pelo Youtube. O UNIVAG recebeu chefs nacionais renomados, como Alberto Landgraf, do restaurante Oteque (duas estrelas Michelin e 12º melhor da América Latina) e João Diamante, que realiza um trabalho social incrível na comunidade Andaraí, ambos do Rio de Janeiro. Os chefs Fernando Mack, Marcelo Cotrim e Bruno Kimura, grandes nomes da cozinha mato-grossense, também prepararam pratos extraordinários.

Na sexta-feira (03.10), com o tema: O Rio continua lindo: do Andaraí para a Forbes, os chefs João Diamante e Marcelo Cotrim cozinharam juntos receitas contemporâneas misturadas à cultura culinária cuiabana. Bruno Kimura preparou pratos utilizando vegetais.

João Diamante elogiou a Cozinha Experimental do UNIVAG. "Estrutura confortável, toda dentro da norma exigida pela Vigilância Sanitária, um sonho essa cozinha! Difícil vai ser os alunos saírem de um espaço tão bom como esse, a realidade é bem diferente. Quem dera que todas as cozinhas fossem tão preparadas como do UNIVAG", disse.

No sábado (04.10), o chef Alberto Landgraf preparou pratos do Restaurante Oteque, que recebeu duas estrelas Michelin e é considerado o 12º melhor da América Latina.  Fernando Mack, consultor técnico do Curso de Gastronomia do UNIVAG, ensinou como reproduzir pratos clássicos reinventados e inovadores.

Alberto Landgraf falou sobre a transição das culturas gastronômicas e como a geografia influencia na maneira de cozinhar. O chef também deixou uma mensagem aos alunos do curso de Gastronomia. "Tem que persistir. Quem faz Gastronomia é porque gosta, tem que pensar que cozinha para se realizar. É uma profissão onde trabalhar com alegria e entusiasmo é muito importante", ressaltou.

De acordo com a coordenadora do Curso de Gastronomia do UNIVAG, a professora Dra. Adriene Paiva, eventos como estes aproximam alunos e amantes da área de Gastronomia em ter a oportunidade de conhecer novas técnicas e preparo de alimentos exóticos.

Cumbaru

Ingrediente escolhido como protagonista dos pratos neste ano, o baru - ou cumbaru - é nativo do Cerrado brasileiro. O fruto é protegido por uma dura casca e, no interior, encontra-se uma amêndoa de sabor parecido com o do amendoim, de alto valor nutricional. A Cooperativa Brilho da Selva, formada por 23 mulheres extrativistas que vivem na Comunidade Bandeira, em Poconé, é uma das raras produtoras de cumbaru na região do Pantanal.